O que você pode fazer para reduzir Fake News

Já faz um tempo que algumas mídias estão alertando sobre a importância de a população estar atenta a notícias falsas, os chamados Fake News, principalmente as oriundas da internet. São milhares de blogs, páginas, canais disseminando informação, uma parcelas delas “mentirosas”. E como o leitor não checa e muitas vezes não tem critério, acaba acreditando e disseminando informação falsa por aí.

Em ano de eleitoral, você observa muita informação sendo compartilhada, disseminada nas redes sociais, não é mesmo? O Facebook já anunciou medidas para impedir o avanço de sites que usam a plataforma para obter audiência e publicidade por meio de notícias altamente “clicáveis”, porém falsas. Estão de olho!

O que nós, reles mortais, podemos fazer para evitar essa propagação de notícias falsas?

  1. Pare de acreditar em tudo que lê e desconfie mais, seja mais crítico.
  1. Antes de repassar alertas, denúncias, fotos de desaparecidos ou procurados, pesquise, busque fontes seguras. Para isso existem sites especializados, órgãos públicos ou entidades.
  1. Se leu algo que gostaria de repassar, mas está com dúvidas, informe-se. Até porque, em breve esse assunto poderá estar numa roda de conversa informal, e você pode ter a oportunidade de explanar o assunto, com embasamento, ao invés de ser um simples ouvinte.
  1. Leia a matéria completa, não apenas a chamada. Alguns sites sensacionalistas te induzem a ler algo por causa da primeira linha. Leia tudo, e cheque a fidelidade da informação.
  1. Pesquise a notícia/ informação no google. Ficou chocado com alguma informação, pesquise. Fulano morreu, pesquise. Fulano é ou não é, ou deixou de ser (embora isso não seja nem da minha nem da sua conta) pesquise. Beltrano vai se candidatar, pesquise. Em campanha eleitoral, sua atenção precisa estar redobrada.
  1. Confira a data da publicação pois uma notícia que foi verdadeira em épocas passadas, hoje, pode se tornar uma informação fake.
  1. Utilize o Google Notícias. O google oferece uma ferramenta para identificar fake News nas buscas.

Acho que de tudo que foi falado fica principalmente, “não acredite em tudo que lê na internet”, que é um veículo de comunicação em massa excepcional, mas que é usado por pessoas intencionadas a enganar e iludir qume está buscando informação.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *